Com tecnologia do Blogger.
Mostrar mensagens com a etiqueta SOBREMESAS. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta SOBREMESAS. Mostrar todas as mensagens

Matcha Manga



Eu adoro Manga, sem rodeios. Manga madura, manga verde, mousse de manga, gelado de manga, sumo de manga... Provavelmente tudo que tenha manga agrada-me.

Nesse sentido no outro dia fui ao frigorífico, e tinha uma polpa de manga aberta. Imediatamente sabia que ia fazer algo com ela. Antes disso, claro, peguei numa colher e saboreei. 
Como o alho é simples fiz algo muito rápido e "descomplicado."

Festival do Chocolate em Óbidos







Quem é que nunca foi ao Festival do Chocolate em Óbidos? Um marco nacional e internacional que atrai milhares de visitantes, autocarros vindos de todo o lado chegam para visitar esta deliciosa atracção, uma visita gulosa, em familia ou para um dia diferente, é algo que se ainda não foram não podem perder para o próximo ano, por agora acabou, e eu tive a honra de fechar o festival com o último workshop!

BOLO DE LIMÃO VEGAN


Sobremesas, não achas que as sobremesas têm de ter um destaque maior na gastronomia? Afinal elas terminam (quase sempre), quando há dinheiro e espaço na estômago,  uma refeição. São elas que colocam a "cereja em cima do bolo". Eu, Alho Francês, como já me confessei, não sou o maior fã de sobremesas, quando como fora, são poucas as vezes que as peço, e tenho descoberto que a principal razão é o medo de ser desiludido.

BOLO CENOURA VEGAN



Mais uma vez, o que preciso de dizer, sobre cenoura com chocolate?
Outra daquelas combinações que falam só por si.
O que se pede num bolo de cenoura? Textura, humidade e aquele sabor caseiro, o sabor verdadeiro. Pois é, este tem tudo e mais alguma coisa, para além de ser vegan, é fortificado em nutrientes e tem o toque leve e verde que o Alho gosta de dar!

Muffins Banana Amendoim

Pouco preciso de dizer sobre esta combinação. Creio que deve ser um post que não necessita de nenhuma introdução, um sabores que combinam lindamente, Muffins Vegan de banana, manteiga de amendoim e aveia, fica um bolo saboroso, nutritivo e de muita energia! O pessoal cá de casa deliciou-se com eles e nem repararam a falta dos ovos

Vegan Petit Gâteau



Pois é, os franceses chamam-lhe o pequeno bolo, mas a verdade é que isto é um pequeno pecado. Quando o abres e aquela lava de chocolate escorre para o prato, começamos logo a comer com os olhos.
É impossível ficar indiferente a esta pequena delícia que nasceu por um erro de cozinha e se tornou numa das sobremesas mais famosas do mundo.

Hoje trago-vos então a versão Vegan, totalmente livre de crueldade que não difere em quase nada da receita original! Os mais picuinhas nem vão reparar.
Querem melhor? Totalmente saudável, sem doses exageradas de açúcar, com manteiga de cacau que é uma gordura saudável e muito versátil na cozinha visto que não tem sabor.

No outro dia como vos mostrei nas redes sociais (aconselho a acompanhar por lá) fui à Inauguração da nova Loja do Celeiro em Campo de Ourique e rendi-me finalmente à ISWARI, era já consumidor do Açúcar de Côco (maravilhoso) que usei nesta receita também e comprei a Manteiga de Cacau já a pensar numa sobremesa, como sabem eu não sou o maior fã de sobremesas mas um pecado de vez em quando sabe ainda melhor.




Ingredientes para 4 unidades:

- 1 Chávena Farinha
- 1 Chávena Leite Aveia
- 2 cl Sopa Cacau Magro em pó
- 1 cl Chá Fermento pó
- 1/2 Chávena Açúcar Côco Iswari
- 100gr Chocolate Preto 70%
- 100gr Manteiga Cacau Iswari

Molho Framboesa:
- q.b Acúcar de Côco Iswari
- q.b. Framboesas Frescas
- q.b. Água

Modo Confecção:

1- Em primeiro lugar com muito cuidado com a água  (é o arqui-inimigo do chocolate), coloco uma taça por cima duma panela com água a ferver para derreter em banho maria o chocolate preto com a manteiga de cacau. Reservo.
2- Numa batedeira coloco todos os secos peneirando a farinha para ficar mais leve. Verto o leite aos poucos para ir batendo lentamente.
3- Quando o leite estiver bem incorporado começo a deitar a mistura do cacau derretido até ficar tudo homogéneo.
4- Como não tenho aqui formas indicadas cozi o petit gateau na mesma chávena que usei da farinha, só é preciso untar com margarina vegetal e um pouco de farinha para ele sair depois. É necessário dizer que por segurança eu adicionei bastante farinha para ter a certeza que o conseguia desenformar bem, se virem bem nas fotografias nota-se a farinha de lado, dano colateral.
5- Levo imediatamente a um forno pré aquecido a 210º durante uns 12 minutos. O meu forno em casa é muito bom, tão bom quantos os profissionais então o calor é bem uniforme e regular. Nos vossos fornos em casa tenham atenção que ele está pronto quando começa a "rachar" um pouco em cima, quer dizer que o líquido do chocolate quer "ferver". Mas o tempo não deve variar muito. Se correr mal não desistam. Façam como eu, cozam 2 a 2 e assim conseguem ter 2 oportunidades.
6- Depois de retirar do forno deixo repousar uns 2 minutos, para o ajudar a sair, com o auxilio duma faca contorno a chávena.
7- Emprato logo de seguida e estamos prontos para o pecado.
8- Para acompanhar nada melhor que framboesas. Manter tudo simples. Framboesa casa na perfeição com chocolate. Levo um pouco do açúcar numa frigideira quente, quando começa a derreter junto as framboesas e um pouco de água. Mal elas estejam em "papa" o molho está pronto. Adoro porque fica com a textura das sementes.
9- Junto umas amoras brancas da Iswari que são um antioxidante poderosíssimo et voilà.



Brownie Frutos Vermelhos


Para quem ainda não sabe, estive a viver na Noruega nos últimos 6 meses, cheguei a Portugal há poucos dias.
Pelos seus bosques abundam os frutos vermelhos, as framboesas, os mirtilos, as amoras pretas e brancas... Durante épocas bem demarcadas (aqui levam-se muito a sério, são um importante meio de subsistência) é só sair da porta para fora andar um pouco e um dos tesouros que a terra nos dá está à mão de semear (colher). Com a rotina de ir passear a Lola, leva-se um saquinho para as tarefas dela e outro para a colheita!  ahah a vida no campo.

Há inúmeras maneira de os utilizar, petiscar como se fosse um snack, fazer compotas, batidos, etc.

Começou a ficar bastante frio, ao ponto de chegar aos negativos à noite, e o que apetece? Sinceramente, bolos e chás...  Só tinha chás, tinha de tratar do bolo.
Um que desse para comer, comer, repetir, guardar no frigorifico e meter no microondas e aquecer um pedaço tal como saído do forno.

Decidi fazer um brownie de Frutos Vermelhos e Cacau. Parece-vos bem? Receita muito simples e rápida.
Vegan claro e muito reduzido em termos calóricos. Cacau em vez da tradicional barra de chocolate e açúcar mascavado mas só na calda!




Preparação:

1- Começo por colocar os frutos vermelhos numa panela, adiciono o açúcar mascavado e um pouco de água. Deixo cozinhar. Os frutos irão libertar liquido. Retiro quando tiver consistência de xarope. Interessa ter líquido para "molhar" o brownie, a quantidade de açúcar fica ao gosto de cada um, é uma questão de ir provando, eu prefiro assim para o ácido por isso coloquei pouco açúcar, deixo arrefecer.
2- Junto todos os ingredientes secos numa taça de plástico misturando os até ficarem homogéneos.
3- Junto o xarope dos frutos vermelhos aos secos misturando com uma vara e coloco depois a margarina vegetal derretida.
4- Unto uma forma rectangular larga com farinha e margarina e deito o conteúdo da taça.
5- Coloco em forno pré-aquecido a 170ºC durante uns 25minutos.
6- Para verificar se está bem cozido espeto um palito no ponto mais alto, se sair seco é porque está no ponto.

Ingredientes (para uma travessa 15cm x 25cm, dá para 6 fatias generosas):

- 1 Copo Farinha 
- 1 Copo Cacau Magro em Pó
- 100gr Margarina Vegetal
- 1 cl Chá Bicarbonato Sódio
- 3 Copos Molho Frutos Vermelhos *
- 1 cl Chá Sal
- q.b. Farinha para untar
- q.b. Margarina Vegetal para untar

Notas :
- O copo que usei tem cerca de 200ml, um copo normal de água, mais do que a quantidade interessa a proporção dos ingrediente
- 25min forno a 170ºc
- Travessa larga para ficar massa com altura baixa


*Molho Frutos Vermelhos - 2 Copos para a massa e 1 para o Molho do Brownie
- Fiz o molho com variedade de frutos vermelhos, para o fazerem com Mistura de Frutos, recomendo 1kg da mesma, 100ml de água e 2 colheres de sopa de açúcar mascavado. Torna-se mais prático.

Mousse Tangerina Vegan

Mousse de Tangerina.
Vocês escolheram, vocês mandam.
Como referi antes no Facebook,  hoje é um post muito especial para o Blog, o post com a receita número 50. É um marco, a primeira foi colocada no dia 11 de Novembro - A pita de Tofu e a 50 no dia 19 de Maio. Muito mudou desde essa altura, por mudança subentende-se evolução e nessa vocês tiveram uma intervenção fulcral. Obrigado por todo este apoio.


Tarte de Limão Vegan


Cada vez mais as sobremesas têm de se adaptar ao mundo actual, deixar de lado o "peso" que sempre tiveram, a overdose de açúcar, manteiga, óleos e por aí.
Responder positivamente e com qualidade às nossas pretensões. Por aqui, já admiti, para colocar uma sobremesa no Alho Francês ela têm de ter um toque verde e por verde quero dizer, com menos açúcares, com menos teor calórica, menos peso, no fundo mais saudável. A gula não se consegue combater logo altera-se o conteúdo!

Tiramisù Morango

Morangos da época, é a fruta com cheirinho a Primavera.
Podem-se comprar morangos em todo o ano é certo, mas de Abril a sensivelmente Julho é quando eles são mesmo bons, aqueles morangos que perfumam a casa, que o cheiro nos envolve! Há como resistir? 
Com o começo do calor ou com o fim do frio extremo, só apetece algo fresco, a frescura do morango é indescritível, refresca a alma e para não falar do bem que faz ao nosso organismo, tem inúmeras propriedades benéficas,  são por exemplo ricos em vitaminas, A, C, D, B12, B6 e tem ainda alguns minerais como Cálcio, Ferro e Magnésio.

Foi mais uma vez do género, "o que posso fazer com o morango sem ser o óbvio?"

Mousse de Amendoim


Sobremesas "verdes" é sempre um grande desafio seja para quem for. 
Quem não deseja comer coisas doces sem ter receio nem sentimento de culpa! A verdade é que é possível contornar o que faz mais mal quando consumido em excesso e optar por ingredientes alternativos, viáveis e muito mais saudáveis.

Um suspiro...


O que é mais natural e espontâneo muitas vezes é o que se torna mais especial, verdadeiro e intenso. Quantas vezes aquilo que não é planeado se torna mais único? Quantas vezes aquela saída não programada se transforma numa memória inexplicável em vez daquela saída que se combina há semanas e semanas e no final, quase que se torna num frete?

Red Crumble


Uma sobremesa verde (ou vermelha neste caso), leve, saudável e fresca? Rica em antioxidantes, sem ovos, leite, ou qualquer derivado animal?
Quando pensamos assim realmente é complicado, ainda por cima se adicionarmos o factor vegan ainda mais difícil se torna, contudo a vida tem muito mais gosto se contornarmos e superarmos a dificuldade. Foi neste dinâmica que decidi, mais uma vez após o bolo de chocolate vegan, sair da minha zona de conforto e entrar no campo do "talvez resulte" ou do "pode funcionar".