Com tecnologia do Blogger.

Almôndegas de Lentilhas


Estas inocentes bolinhas têm um poder extraordinário para o nosso corpo. São ricas em fibras que fazem um bem enorme. Aliás, o consumo de fibras devia ser estimulado a quem compete "educar" como comer bem e saudável. Mas isso são batalhas para outra altura.


Não esquecer que a nossa alimentação tem um poder benéfico / destrutivo se for bem ou mal aplicada respectivamente. Cliché é verdade mas, Hipócrates já dizia em nem sei quantos a.C. que “Seja o teu alimento o teu medicamento e seja o teu medicamento o teu alimento”.

Não sejam hipócritas e ingénuos e usem o poder que têm, mais sobre isso aqui >>>> Liberdade de Escolha, ainda para mais com esta questão dos biológicos...

Voltando às pequenas bolinhas decidi brincar um pouco com elas. Ainda para mais depois do vosso interesse na publicação do menu Vegan do meu trabalho.

Hoje trago-vos uma aplicação das lentilhas menos aborrecida, como se fossem almôndegas, agrada a miúdos e graúdos.


Almôndegas de Lentilhas Vermelhas

Ingredientes para 20 Almôndegas:
- 250gr Lentilhas Vermelhas
- 1 Pimento Vermelho
- 150gr Ananás
- 2 dentes Alho
- 150gr Panko (pão ralado japonês, mas podem usar pão ralado, aveia triturada)
- q.b. Azeite
- q.b. Sal
- q.b. Pimenta-preta
- q.b. Açúcar Mascavado (opcional)


Modo Preparação:

1- Demolho as lentilhas vermelhas em água pelo menos durante 1h.
2- Enquanto as lentilhas demolham, ponho num tabuleiro o ananás, o alho e o pimento vermelho temperados com sal, azeite e pimenta preta. Polvilho com apenas um pouco de açúcar mascavado para dar aquele toque "caramelizado".  180ºC durante uns 15 minutos. Pretendo aquele sabor do "assado".
3- Coloco as lentilhas em água a ferver e deixo cozer durante cerca de 20/25minutos em lume médio.
4- Deixo a escorrer e consequentemente arrefecem.
5- Depois de tudo assado levo ao frigorífico para arrefecer.
6- Em seguida coloco tudo num robot a triturar, quando estiver uma pasta começo a colocar lentamente o panko até a mistura ter a consistência desejável. Depende sempre muito da quantidade de água que a mistura possui. Obviamente depende também do vosso gosto, mais mole ou mais seca. O meu melhor conselho é irem adicionando o panko lentamente e testando enrolando em formato de bola.
7- Quando estão com a consistência certa, reservo-as.
8- Para as aquecer, fica ao gosto do freguês. No molho, ( consistência mais dura), frigideira, forno ou microondas.
9- Para acompanhar as almôndegas nada melhor que um esparguete e um molho de tomate.
10- Quanto ao molho de tomate nada mais simples, refogado cebola, alho, bons tomates, pouca água, manjericão, invento o menos possível. Inclusive até gosto quando tem aqueles pedaços, mais rústico possível.
11- Parece bem não é?

Um prato clássico e igualmente saboroso, e mais nutritivo!
Bom apetite.



Sem comentários