Com tecnologia do Blogger.

A Falafel Saudável


A Falafel é uma bolinha amorosa que provém do Médio Oriente. É constituída por grão de bico ou fava. (Wikipedia). Exceptuando a palavra amorosa que é da minha responsabilidade. 

E amorosa porquê? É uma bolinha redondinha, sem crueldade, plena de sabor, que vai satisfazer com toda a certeza quem a ingerir. Quem sofre de gula certamente arrepender-se-á, parecem pequeninas, inocentes mas vão satisfazer na plenitude, parece que não enche mas dado a sua constituição vão " EMPANTURRAR" !




A Falafel é com toda a certeza dos produtos mais conhecidos no mundo vegan e vegetariano, é conjuntamente com a bolonhesa de Soja dos pratos mais conhecidos.
Ainda para mais disponível em quase todos os shoppings presente no Joshua's um restaurante exclusivamente português que confesso, quando tenho que comer nos shoppings opto sempre pelo Joshua's, as opções vegetarianas são ricas em sabor e valor nutricional, não é apenas "fast food".

Voltando à falafel, eu pelos concertos que vou (onde há sempre impacto do movimento vegan) é muito normal encontrar bancas com elas à venda, não como tantas vezes porque o facto de grande parte delas ser deep fried (mergulhadas em óleo para a fritura) afasta-me um pouco. Comer melhor é fácil, mas combater a gula, já é difícil. Por isso mesmo hoje a versão do Alho Francês obrigatoriamente será mais verde! 

Antes de passar a confecção, peço desculpa mas neste canto haverá sempre tempo e espaço de intervenção. Quero deixar bem claro que a mensagem que pretendo passar é a ideia que todos conseguem reproduzir, não quero criar uma imagem perfeita para depois resultar em desilusão de quem reproduz. Se o objectivo principal do blog é a partilha não faria sentido de outra maneira! 
Nunca verão o Alho a "produzir" demasiado uma sessão fotográfica onde tudo é plantado, tudo é polvilhado... Se o conteúdo é o mais importante para que o excesso de distração? Foco. 

Compreendo mas devemos apoiar quem traz algo de bom, algo de credível, que transpire confiança! Algo que seja palpável. Apoiar os estrangeiros e os portugueses que copiam os estrangeiros? O Google é útil yah, mas também mostra a verdade facilmente. A vida é feita de escolhas, temos de as fazer nós próprios.


Esta receita é facilmente feita. Tem uma execução bem acessível.

1- Começo por colocar num blender o grão cozido previamente escorrido (já sabem que podem guardar a água da cozedura para fazerem o que bem entenderam, sobremesas, "claras" em castelo ). 
2- Adiciono o alho sem pedúnculo, a cebola, piri-piri e caril em pó, sumo de lima, óleo de côco, tomates secos e jalapeños. Tempero com sal e pimenta.
3- Coloco o robot de cozinha a trabalhar e a mistura começa se a formar.
4- Junto folhas de coentros ao preparado e um fio de azeite (um bom azeite, daqueles bem aromatizados e saborosos).
5- Junto depois pão ralado para secar a mistura e torná-la com a consistência ideal para a falafel. Funciona um pouco com o hamburger, a consistência ideal depende da água presente na mistura. Quanto mais água tiver mais pão ralado necessitará, daí aconselhar a escorrer-se tudo bem.
6- Terminado o robot gosto de colocar numa taça a mistura para aí perceber melhor se precisa de estar mais ligada, consistente, ou não. Caso necessite coloco mais pão ralado.
7- Faço bolas do tamanho de uma bola de ping-pong e reservo.
8- Com o forno pré aquecido a 200ª coloco as bolas durante uns 10 minutos, mais com o objectivo de as aquecer por dentro e dar uma certa cor mais apelativa.
9- A falafel normalmente é frita em óleo e fica com aquele aspecto golden brown que é tão apelativo mas desta maneira obtermos uma refeição bem mais saudável com zero sentimento de culpa. Zero. 
10- Para acompanhar esta falafel nada melhor que alimentos frescos. Escolho uma alface bem verde e crocante, um tomate e uns pimentos coloridos. 
11- Corto os tomates e os pimentos em cubos grandes.
12- Para temperar o prato para fugir um pouco do peso do Hummus e da agressividade do Molho Tahine opto por algo mais leve e fresco. O creme fraiche da Oatly (100% Vegetal). Já vos contei que adoro tudo desta marca sueca. É fantástica.
13- Junto ao creme fraiche, alho picado sem pedúnculo, aneto picado, jalapeños picados e tomates secos picados. Tempero com sal, pimenta e um pouco de sumo de lima. Fica um espectáculo.
14 - Resulta num prato fresco e balanceado com sabores que se complementam como ninguém. O peso do grão, com a frescura do creme fraiche, o ácido dos pimentos, a intensidade dos jalapeños... Gula. Combater a gula é difícil.

Parece longo mas como disse é uma receita muito simples. Optei por colocar umas notas nos pontos específicos para não se perder o efeito.
Aconselho este prato mais ao horário de almoço!

Ingredientes para 2/3pax: (Receita para umas 10 bolas)

- 400gr Grão Cozido
- 1 Cebola Branca Média
- 1 Alface 
- 2 dentes Alho 
- 2 Tomates
- 1 Pimento Verde
- 1 Pimento Amarelo
- 1 Pimento Laranja
- 100gr Pão Ralado
- 1 Lima
- 1 cl Sopa Óleo Côco
- Creme Fraiche Vegan
- q.b. Sal
- q.b. Pimenta
- q.b. Coentros
- q.b. Aneto
- q.b. Piri piri em Pó
- q.b. Caril em Pó
- q.b. Tomate Seco
- q.b. Jalapeños


7 comentários

  1. Adorei, estão com um aspeto tentador e ao mesmo tempo inocentes, ehehehe. Tens toda a razão, são amorosas! :)
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado pelo comentário!! Realmente é mesmo assim, tentadoras vs inocentes!!

    Boa semana também para ti!

    ResponderEliminar
  3. Recentemente tenho acompanhado instagram e o blog, adoro a narrativa e as receitas. Esta realmente é executável e apesar de simples parece maravilhosa, a experimentar sem sombra de dúvida. Apenas gostava de saber se é possível de invés do pão colocar aveia, ou outra farinha sem glutén. Provavelmente muda a consistência...
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. VDias muito obrigado pelo teu feedback. Quando leio algo assim lembro-me sempre o porquê do blog existir. A receita é muito simples mesmo, experimenta.

      Viste o post do Hamburger Vegan? Lá uso aveia, portanto poderás usar aveia também, o propósito é mesmo "secar" e ligar a mistura. Quer frites quer coloques no forno ela não se pode desfazer.

      Alguma questão estou sempre aqui!

      Eliminar
  4. Muitíssimo obrigada,
    Vou mesmo experimentar, depois passo o feedback :)

    ResponderEliminar
  5. Olá! Obrigada pelas receitas incríveis. Esta receita vai ser o meu almoço da semana.
    Dessa forma pergunto: será que posso fazer o preparado, moldar a falafel e levar a congelar? O meu receio é que percam a consistência ou o sabor. Mas assim fazia em quantidade e retiro só a quantidade necessária para cozinhar de véspera. Obrigada.

    ResponderEliminar
  6. Olá, muito obrigado pelo comentário. É um prazer enorme receber esse tipo de feedback.

    Quanto à tua questão podes perfeitamente fazer isso. Não irão perder nada.
    Excelente ideia e organização.

    Obrigado.

    ResponderEliminar