Com tecnologia do Blogger.

Vegan Burger

Que vos posso dizer sobre hamburgers? Nunca estiveram tanto na moda como agora. Há hamburgerias em tudo o que é sitio, crescem que nem cogumelos, é o novo Sushi.
Os blogs estão carregados de hamburgers também, que posso eu trazer de novo? Nada de mais, afinal a pólvora já foi inventada, resta-me apenas brincar com os ingredientes que a compõem, apenas simplicidade e sabor numa das comidas mais populares do mundo.

Hamburger é e sempre será "comida rápida, para matar a fome ", aquela ideia que nos ocorre quando estamos a morrer de fome há horas, "comia agora um belo hamburger".
Esta nova ideia dos "hamburgers gourmet" é apenas mais uma maneira de cobrar mais dinheiro pela comida básica e supostamente barata. Aposta-se em tudo menos na qualidade dos produtos.

Um hamburger é algo simples, custa assim tanto fazer algo simples hoje em dia?
Passos simples, sem mitos, sem "etapazinhas" infinitas e colheres disto e daquilo que adicionam ao hamburger para parecer "diferente e especial".

Já vos dizia isto na receita do Risotto de AbóboraTodos sabem o que é o risotto, todos sabem fazer, todos acrescentam etapas e complicam o prato, naqueles casos em que os mitos se tornam verdade, eu refuto totalmente.
Quero aqui comprovar que o risotto é um prato fácil de se fazer em casa, que quando se prova o verdadeiro, o prazer que vão sentir é incomparável a qualquer um que já tenham comido antes."

Hoje trago-vos um Burger Vegan, claro, simples, fácil, rápido e mega-saboroso. Alho Francês Style.
Cebola, Cogumelos, Batata-doce, Feijão preto são os componentes principais.

Mais uma receita que será explicada por vídeo. O vosso AlhoFrancês vai começar a apostar no canal do Youtube.

PARA O VÍDEO CLICAR AQUI -----------------------------------------> https://goo.gl/HSjlmJ

Ingredientes para 7/8 Hamburgeres (grandes):

- 1 Cebola
- 5 Cogumelos Paris (podem colocar outros)
- 1 dente Alho
- 1 Chili Vermelho (podem trocar por pimento senão gostarem de picante)
- 400gr Feijão Preto
- 2 Batatas Doce Grande
- 400gr Aveia
- q.b. Abacate
- q.b. Tomate
- q.b. Jalapenos (opcional se gostarem de picante, podem trocar por pickles)
- q.b. Sal
- q.b. Pimenta Preta
- q.b. Caril em pó MARGÃO
- q.b. Piri-piri em pó MARGÃO
- q.b. Creme Fraiche Vegetal OATLY (ou outras opções semelhantes que encontrem)

Algumas notas:
- Mesmo que não refira no vídeo todas as etapas devem ser ligeiramente condimentadas, o sal ajuda sempre no libertar dos sabores e no conciliar dos mesmos. Usado moderadamente, sempre. Sou um fã acérrimo de pimenta preta, uso muito.
- A aveia será triturada e será o que torna a mistura com a consistência adequada para um hamburger.
- A quantidade de aveia acaba por sempre ser relativa, serve para "secar" a humidade dos componentes do hamburger. É ao toque que sabemos que está na consistência certa ou não. Quer-se uns hamburgeres secos e "ligados", que não se desfaçam.
- Depois de feitos eu gosto de os aquecer no forno. Corar um pouco na frigideira com as sementes de sésamo queima-se facilmente e o forno é sempre uma opção mais saudável.
- Os cogumelos servirão para dar mais uma textura "carnuda" ao hamburger. Falando da humidade, se por exemplo não forem bem salteados (perder a água) a mistura automaticamente necessitará de mais aveia.
- Ao Creme Fraiche poderão adicionar vários sabores, alho picado, ervas, etc. Eu optei por deixar bem simples dado que o hamburger já é bem condimentado e o que pretendia era o contraste da frescura.
- O abacate deverá sempre levar umas pedras de sal e umas gotas de lima/limão quando usado, transforma-se noutro nível.

6 comentários

  1. Bem, parabéns pelo site, está super saboroso. :)

    ResponderEliminar
  2. Hello :) Posso substituir a aveia por quinoa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por farinha de Quinoa?

      Sim! O efeito é mesmo a consolidação do hamburger!!! :D

      Eliminar
  3. Estava a pensar em substituir mesmo por quinoa cozida :) Não me dou muito bem com aveia. Já experimentei em outros hamburgers e correu bem, mas como usei linhaça em pó...fiquei na dúvida se aqui resultaria, sem a linhaça, mas com a quinoa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Mafalda. Peço desculpa no tempo que demorei a responder. Passou-me.
      Em relação à quinoa cozida creio não ser muito viável porque a confecção subentende que ela absorveu água e o que nós queremos é o "secar" e "colar" do preparado.

      Eliminar